| REFERÊNCIA EM RADIOLOGIA INTERVENCIONISTA |

Menu

Intervenção oncológica: uma grande aliada na luta.


banner_gustavo

Com o aumento da longevidade e a melhora das terapias contra o câncer, é cada vez mais comum convivermos com familiares e amigos que tiveram ou tem câncer. A maioria destes indivíduos levam uma vida normal, trabalhando, viajando e divertindo-se graças aos modernos tratamentos oferecidos em que, a qualidade de vida é fator primordial. “É exatamente neste contexto que se insere a Radiologia Intervencionista, oferecendo alternativas eficazes e pouco invasivas” afirma o Dr. Gustavo Andrade (Pipoca).

A Radiologia Intervencionista oncológica abrange procedimentos diagnósticos (biópsias, arteriografias, colangiografias), Terapêuticos paliativos e curativos (Ablações, Drenagens, Embolizações, etc. e procedimentos adjuntos para proporcionar outras alternativas (Implante de cateter para quimioterapia).

A Radiologia Intervencionista se relaciona com praticamente todas as áreas da oncologia. Tumores pélvico com obstruções ou sangramentos, podem ser abordados por embolizações, implante de Duplo J, nefrostomias, etc. Tumores pulmonares com obstruções venosas também podem ser tratados por via endovascular (Síndrome Cava Superior). Tumores ou metástases hepáticas renais ou ósseas, podem ser tratadas com ablações por radiofrequência (RFA) com excelentes resultados. “Enfim, a Radiologia intervencionista faz parte da equipe oncológica multidisciplinar desempenhando importante papel em parceria com o oncologista e o cirurgião” finaliza o Dr. Gustavo Pipoca.