| REFERÊNCIA EM RADIOLOGIA INTERVENCIONISTA |

Menu

Embolização de Varizes Pélvicas


header

A pelve é a região inferior do abdome, onde na mulher estão localizados os órgãos genitais internos, ou seja, o útero e os ovários. Varizes pélvicas é nome que se dá à dilatação das veias que drenam o sangue dos órgãos pélvicos em direção ao coração.
Essas veias possuem válvulas que fazem com que o fluxo sanguíneo corra em uma única direção. Quando as válvulas não funcionam corretamente o sangue fica congestionado causando graus variáveis de dor e desconforto no baixo ventre: é a Síndrome da Congestão Pélvica.
A dor é característica. Ela se inicia dias antes do período menstrual e passa quando vem a menstruação. E mais, piora no final do dia ou após longos períodos em pé. Mas para ser considerada congestão pélvica a dor deve existir há, no mínimo, seis meses.
Nos casos avançados a mulher pode ter varizes na vulva e nas pernas. Outras causas da dor devem ser afastadas por um exame de USG endovaginal ou ressonância magnética, porém uma flebografia é necessária para confirmar o diagnóstico e planejar o tratamento
Existem vários tratamentos para essa doença, desde medicamentos para reduzir as varizes, até cirurgia. Um método mais moderno é a Embolização Endovascular das Varizes Pélvicas.
Através de um pequeno furo na virilha um cateter é inserido até a veia dilatada. Então são introduzidos materiais para oclusão da veia comprometida. “A nova técnica é bastante eficaz e vem ganhando cada vez mais aceitação entre os médicos e as pacientes.”, afirma a Drª Norma Brito, médica da ANGIORAD, responsável pelo Departamento de Saúde da Mulher.
O sucesso técnico se aproxima de 100%, sem cortes ou cicatrizes. Entretanto cada caso deve ser analisado individualmente em uma consulta prévia, onde são esclarecidos detalhes do procedimento.

Para saber mais informações, consulte um dos nossos especialistas.